Hemoglobinúria Paroxística Noturna

Hemoglobinúria paroxística noturna (HPN), é uma anemia hemolítica crônica que se apresenta frequentemente com infecções recorrentes, neutropenia e trombocitopenia, surgindo em associação com outras doenças hematológicas, especialmente com síndromes de falência medular, como anemia aplásica e síndrome mielodisplásica.
É considerada ainda um tipo de trombofilia adquirida, apresentando-se com tromboses venosas variadas, com especial predileção por trombose de veias hepáticas e intra-abdominais, sua maior causa de mortalidade.
O CEPHO está conduzindo um estudo clínico sobre Hemoglobinúria Paroxística, e precisa da sua ajuda para combater essa doença.

Participe dessa mudança e não desperdice essa oportunidade de tratamento!

Faça agora mesmo o seu cadastro, preenchendo o formulário nesta página!

Câncer de Cabeça e Pescoço

Os tumores malignos de cabeça e pescoço correspondem a 3% de todos os tipos de câncer, e os tumores de cavidade oral e laringe são um dos mais comuns dessa região, em que mais de 60% deles ocorrem na glote.

Em suas fases iniciais, o câncer de cabeça e pescoço costuma ter crescimento lento e pode se instalar já como lesão maligna ou se originar a partir de lesões pré-malignas (leucoplasias e eritroplasias).
Já nas fases mais avançadas da doença, suas células podem migrar para os linfonodos cervicais e cair na circulação sanguínea, atingindo órgãos distantes: pulmões, fígado, ossos etc.
Os sinais e sintomas do câncer de cabeça e pescoço podem incluir o aparecimento de um nódulo, uma ferida que não cicatriza, dor de garganta que não melhora, dificuldade para engolir e alterações na voz ou rouquidão. Entretanto, estes sintomas também podem ser causados ​​por outras condições clínicas.

Câncer de Estômago

O câncer de estômago, também chamado de câncer gástrico, é o terceiro tipo mais frequente entre os homens e o quinto entre as mulheres.
O tipo adenocarcinoma, atinge, em sua maioria, homens por volta dos 60-70 anos, e é responsável por cerca de 95% dos casos de tumor do estômago.
Outros tipos de tumores, como linfomas e sarcomas, também podem ocorrer no estômago. Os linfomas são diagnosticados em cerca de 3% dos casos. Sarcomas são tumores raros, iniciados nos tecidos que dão origem a músculos, ossos e cartilagens. Um tipo que pode afetar o estômago é o tumor estromal gastrointestinal, mais conhecido como GIST.
Não há sintomas específicos do câncer de estômago, porém, alguns sinais, como perda de peso e de apetite, fadiga, sensação de estômago cheio, vômitos, náuseas e desconforto abdominal persistente podem indicar tanto uma doença benigna (úlcera, gastrite, etc.) como um tumor de estômago.
O CEPHO está conduzindo um estudo clínico sobre câncer de estômago, e precisa da sua ajuda para combater essa doença.

Participe dessa mudança e não desperdice essa oportunidade de tratamento!

Faça agora mesmo o seu cadastro, preenchendo o formulário nesta página!

Câncer de Próstata

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides, liberado durante o ato sexual.
No Brasil, é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), sendo o segundo tipo mais comum é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos.
Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte.
O CEPHO está conduzindo um estudo clínico sobre câncer de próstata, e precisa da sua ajuda para combater essa doença.

Participe dessa mudança e não desperdice essa oportunidade de tratamento!

Faça agora mesmo o seu cadastro, preenchendo o formulário nesta página!

Câncer de Pulmão

Você pode ficar por dentro de todas as oportunidades de tratamento com a ativação dos nossos estudos.
Basta preencher o formulário na página específica do tipo de câncer correspondente ao voluntário que está realizando a inscrição e aguardar que entraremos em contato!

O câncer de pulmão é o segundo mais comum em homens e mulheres no Brasil e é o primeiro em todo o mundo desde 1985, tanto em incidência quanto em mortalidade. Cerca de 13% de todos os casos novos de câncer são de pulmão.
No Brasil, a doença foi responsável por 26.498 mortes em 2015. No fim do século XX, o câncer de pulmão se tornou uma das principais causas de morte evitáveis.
Em cerca de 85% dos casos diagnosticados, o tabagismo e a exposição passiva ao tabaco são importantes fatores de risco para o desenvolvimento da doença e dos riscos que ela oferece.
A taxa de sobrevida relativa em cinco anos para câncer de pulmão é de 18% (15% para homens e 21% para mulheres). Apenas 16% dos cânceres são diagnosticados em estágio inicial (câncer localizado), para o qual a taxa de sobrevida de cinco anos é de 56%.
Atualmente, o estudo clínico sobre câncer de pulmão não está ativo, mas fazendo parte do nosso banco de dados, você poderá saber em primeira mão sobre futuras oportunidades. Faça agora mesmo o seu cadastro, preenchendo o formulário nesta página!

Câncer de Mama

Existem vários tipos de câncer de mama, alguns têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem lentamente. A maioria dos casos, quando tratados adequadamente e em tempo oportuno, apresentam bom prognóstico. Por isso, todas as mulheres, independentemente da idade, devem ser estimuladas a conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.
O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.
Os principais sintomas da doença são: nódulos (caroços), pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito, pequenos nódulos nas axilas e no pescoço e saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

O CEPHO está conduzindo um estudo clínico sobre câncer de mama, e precisa da sua ajuda para combater essa doença.

Participe dessa mudança e não desperdice essa oportunidade de tratamento!

Faça agora mesmo o seu cadastro, preenchendo o formulário nesta página!

Câncer de Bexiga

O câncer de bexiga é uma das neoplasias mais comuns do trato urinário e é considerado o nono tipo mais incidente, em nível mundial, com cerca de 430 mil casos novos em 2012.

Quando comparado por sexo, nos homens, ocupa a sexta posição (330.380 casos novos, no mundo, em 2012), em seguida estão as neoplasias de pulmão, próstata e colorretal. Nas mulheres, é o 19º mais frequente (99.413 casos novos, no mundo, em 2012), mais comumente em países desenvolvidos.

Podem ser sinais de alerta de diferentes doenças do aparelho urinário, inclusive do câncer de bexiga os seguintes sintomas: sangue na urina, dor durante o ato de urinar e necessidade frequente de urinar, mas sem conseguir fazê-lo.

O CEPHO está conduzindo um estudo clínico sobre câncer de bexiga, e precisa da sua ajuda para combater essa doença.

Participe dessa mudança e não desperdice essa oportunidade de tratamento!

Faça agora mesmo o seu cadastro, preenchendo o formulário nesta página!