BLOG

Últimas do blog:

Como a pesquisa clínica pode contribuir com serviços de saúde como o SUS?

Compartilhe:

Durante o ano, o SUS (Sistema Único de Saúde) recebe milhares de pacientes com sintomas e doenças diferentes, a fim de obter o auxílio do tratamento público. Esse fato faz com que UPAS e UBS fiquem sobrecarregadas e muitas vezes sem condições de dar o melhor tratamento e conforto para as pessoas.

Devido a esses motivos, vemos centros de estudos e pesquisas como o CEPHO se tornarem cada vez mais necessários para trazer tratamentos mais humanizados a todos, principalmente para pacientes com doenças mais sérias, como é o caso do câncer.

De acordo com um relatório do INCA (Instituto Nacional de Câncer), de 2013 até 2019, cerca de 107 mil casos de câncer de mama do total de quase 218 mil atendidos pelo SUS demoram mais de 60 dias para receber o primeiro atendimento. Além desse dado, no período, cerca de 60 mil pacientes receberam o primeiro tratamento após 30 dias.

Esse fato em algumas regiões do pais e ainda mais preocupante. A região sudeste, considerada o polo econômico do Brasil, é a que mais apresenta deficiência no inicio do tratamento. De acordo com a pesquisa, mais de 2 mil mulheres ficaram sem tratamento de câncer de mama na região.

O ponto não é questionar a importância do SUS, uma ferramenta de extrema necessidade para nosso país. Porém, atualmente existem diversas alternativas para que cada vez menos pessoas passem por situações degradantes e uma delas são os centros de estudo como o CEPHO, onde muitos pacientes podem receber tratamentos inovadores e de qualidade que vão gerar muitos frutos para o presente e o futuro da sociedade.

Venha conhecer todos os estudos do CEPHO e faça parte da mudança que queremos ver nessa realidade! Participe, indique e compartilhe!